Depois de várias semanas #emcasa os Portugueses começam aos poucos a regressar à sua rotina. Ou a tentar fazê-lo. Nestes longos dias em que Portugal esteve em lockdown muito se escreveu sobre o que aí virá. Especialistas do sector imobiliário, empreendedores, investidores ou apenas curiosos tentaram antecipar tendências e criar novas práticas. Ao mesmo tempo, outros realizaram a venda dos seus activos porque o futuro é sempre incerto e mais vale garantir o hoje do que perder o amanhã.

Não sendo Deus, nem tendo uma bola de cristal aqui à mão, é-me difícil antecipar o que quer que seja. Mas acho que quem, depois de tudo isto, continuar a mostrar o arco-íris e a dizer nas redes sociais que #vaificartudobem é um incorrigível idealista que não percebeu nada dos desafios que todos e cada um de nós vamos ter pela frente.

Não obstante, considero que, no que ao sector imobiliário diz respeito, não será tão dramático como alguns querem fazer crer e haverá sempre boas oportunidades para quem quiser comprar e vender. Até porque, como sempre acontece, o mercado irá ajustar-se à oferta e à procura.

Por tudo o que vivemos nestas semanas e por tudo o que temos assistido em relação aos outros países, quero crer que Portugal tem uma oportunidade ímpar se de apresentar aos olhos dos seus, de quem cá vive e de quem aqui quer investir, como um destino de excelência no mundo pós-Covid19. Uma vantagem competitiva que irá, também, necessariamente, reflectir-se na compra e venda de activos imobiliários. 

Claro que, para isto poder ser uma realidade, devemos, neste período de desconfinamento, não nos esticarmos no nacional porreirismo e no à vontadinha tão típico nosso e criar novas práticas, rotinas e hábitos.

Mais do que o uso de máscaras fashion, com padrões e cores cool, os próximos meses devem ser, também por isso, um teste para mostrarmos o melhor de nós próprios e de que forma fomos aprendendo com tudo isto que vivemos. Para que possamos mostrar porque é que, cada vez mais, Portugal é #aescolhasegura.

Francisco Mota Ferreira

Consultor Parcial Finance

in Diário Imobiliário 5/5/2020